O segredo da Motivação

Assistir a uma palestra, sair animado de um evento empresarial, não garante que esse estado de espírito positivo vai permanecer daí em diante. A menos que uma atitude crie raízes profundas, capazes de resistir ao tempo e até ao deserto, a ponto de formarem oásis. Como isso é possível? Um ótimo exemplo é a história do escocês David Livingstone na África.

Livingstone

Como palestrante, participo de muitas convenções de vendas e de eventos empresariais promovidos pela área de Recursos Humanos, ou nas convenções de vendas. E gosto disso. É muito bom interagir com o público, em torno de ideias como Entusiasmo, Liderança, Comprometimento e Motivação.

Essas palavras tornam-se poderosas quando repercutem verdadeiramente nas pessoas, e observo que, ao fim das palestras, todos estão decididos a colocá-las em prática no seu dia a dia, não só na atividade profissional, como também em todas as dimensões da vida – pessoal, familiar, social etc.

Entretanto, assistir a uma palestra, sair animado de um evento empresarial, não garante que esse estado de espírito positivo vai permanecer daí em diante. Digo sempre que o ser humano é como brasa e carvão. Quando exposto ao calor de uma fogueira, vira brasa, mas depois de um tempo fora do fogo, passa a ser carvão. Se for colocado outra vez no fogo volta a ser brasa. Vivemos sendo lembrados das coisas, e esquecendo, e relembrando. A menos que uma atitude crie raízes profundas, capazes de resistir ao tempo e até ao deserto, a ponto de formarem oásis.

Mas isso é possível? Muitas vezes precisamos atravessar fases difíceis na vida. Agora, por exemplo, fala-se muito em crise. O melhor antídoto conta momentos assim é jamais deixar de acreditar em nossa capacidade de superação. Dentro de cada um de nós existe uma força poderosa, diretamente ligada à energia vital, que é o entusiasmo. Conceitos desse tipo são atualmente valorizados pelas melhores empresas do mundo, que procuram cultivar um clima positivo de aprimoramento incessante em seu ambiente interno, com o poder de contagiar toda a equipe.

O ideal é que o entusiasmo esteja em todos os integrantes da empresa para que a motivação atinja seu ponto máximo e tudo prospere. Mas se o lugar onde você trabalha não for bem assim, não se deixe abater: comece por você. Saia da mesmice. Surpreenda seu colega, seu chefe, seu cliente, com bom humor, alegria de viver, mais empenho no que você faz. Vida é movimento constante. Não basta ser formado e ter capacidade comprovada ao longo dos anos. É necessário que você se atualize a cada momento, buscando sempre se aperfeiçoar. Mas, para realmente fazer diferença, além de ter capacidade técnica para a profissão que você escolheu e de gostar dessa atividade, é muito importante que você coloque o coração no que faz.

Este é o maior segredo. Assim nós temos o poder de mudar a realidade para melhor.

No meu primeiro livro, “É Óbvio”, conto a história de um missionário escocês chamado David Livingstone, que desde jovem decidiu-se a propagar o cristianismo na África, não somente em palavras, mas em suas atitudes de vida. Assim ele aproveitou as viagens pelo continente africano para fazer mapas detalhados e para estudar a natureza. Descobriu diversas qualidades em raízes comestíveis e dezenas de espécies de frutos que viviam no deserto. Com esses estudos, tornou-se um médico naturalista: muita gente andava centenas de léguas para receber seu tratamento.

Ele percorreu todo o interior da África, onde perdeu sua própria esposa, vitimada por uma febre fatal. Mesmo assim, continuou sua missão, pregando o amor de Cristo e cuidando da saúde das pessoas que o procuravam. Depois de muitos anos, empenhado em chegar à nascente do Rio Nilo, veio a falecer. Seus companheiros de viagem o encontraram morto de joelhos ao lado da cama. Estivera orando nos seus últimos momentos. Partiu conversando com Deus, de quem sempre falou aos nativos.

Seu coração foi enterrado debaixo de uma árvore, e seu corpo embalsamado encontra-se entre os monumentos dos reis e heróis do Reino Unido, na Abadia de Westminster. Em seu túmulo está escrito: “O coração de Livingstone ficou na África, seu corpo descansa na Inglaterra, mas sua obra continua”.

Anos depois de sua morte, outros missionários percorreram aqueles mesmos caminhos. Na África, quando falavam de Cristo e das mensagens cristãs, surpreenderam-se com um comentário:

– Nós já conhecemos esse homem, ele já viveu aqui conosco.

– Não, há um engano – explicaram os missionários ingleses –, estamos falando de Jesus, que viveu há dois mil anos.

– Mas esse homem de quem vocês falam passou por aqui e esteve conosco – responderam os africanos.

Livingstone teve uma vida tão exemplar que foi confundido com Cristo. Sua mensagem ficou para sempre, no coração de milhares de pessoas.

Por mais simples que seja a nossa atividade profissional, também temos tudo para fazer a nossa vida valer a pena. Basta colocar nosso coração em tudo o que fizermos. Nada é mais motivador e transformador do que isso.

Abraços do PROF. GRETZ.

Comente também via Facebook!

comentários

2 ideias sobre “O segredo da Motivação

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Fale conosco
Celular ou WhatsApp: (48) 9.9133.6118
Telefone: (48) 3228.0808
gretz@gretz.com.br

Rua Rui Barbosa, 670 • Sala 701 • 88025-301 • Florianópolis • SC